Uma aparição da mãe de São João Bosco

Uma aparição da mãe de São João Bosco
A 25 de novembro de 1865 morreu santamente Margarida Bosco. Quatro anos mais tarde, quando o santo passava junto à igreja da Consolata, numa esquina da rua, de repente viu adiante de si a mãe.
─ A senhora por aqui, minha mãe? A senhora não morreu?
─ Morri, sim, mas estou viva respondeu a mãe.
─ E a senhora é feliz?
─ Felicíssima.

O filho perguntou-lhe então se voara ao Céu logo depois da morte, e ela respondeu que não. Perguntou-lhe sobre as almas de alguns meninos falecidos no Oratório, e soube que estavam salvos.

─ E agora conte-me o que a senhora goza no Céu.
─ Não lhe posso explicar, meu filho.
─ E a senhora não pode dar-me uma idéia, fazer-me experimentar ao menos uma gota da sua felicidade?
─ Posso. Veja!

E o santo viu como ela se transfigurou: uma luz esplêndida a envolveu, as suas pobres vestes tornaram-se preciosíssimas, a sua fronte tomou um ar de sublime majestade, e de seus lábios irrompeu um canto… Mas que canto! Parecia uma harmonia, uma melodia de mil vozes, ou antes mil graduaçöes de vozes, de uma suavidade tão grande que o filho ficou extasiado. A última saudação da mãe foi:

─ Eu o espero no céu.

(Pe. Francisco Alves, C.SS.R, “Tesouro de Exemplos” – Vozes, Petrópolis, 1957, vol. II, p. 109)
Cadastre seu email para receber as atualizações do blog Cultura Católica

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: