Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira das Américas

Nossa Senhora de Guadalupe

Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira das Américas
No México, corações de vítimas ainda palpitando eram oferecidos ao ídolo asteca. Maria Santíssima aparece esmagando a serpente
O santuário mariano mais visitado do mundo não é o de Lourdes (França), nem Fátima (Portugal) ou Aparecida, mas sim o de Nossa Senhora de Guadalupe, na Cidade do México, que recebe anualmente 20 milhões de pessoas.

Nossa Senhora de Guadalupe é a padroeira de todo o continente americano, e sua festa é celebrada em 12 de dezembro. Embora Catolicismo já tenha tratado do tema em suas edições de dezembro de 1974 e dezembro de 1981, voltamos a ele devido ao seu alto significado para os americanos de todas as latitudes; e também porque a riqueza do assunto permite novas abordagens.

Adoradores da serpente

Antes da conquista do México pelo espanhol Hernán Cortés, em 1521, os índios maias e astecas adoravam um ídolo em forma de serpente, em honra do qual ofereciam horríveis sacrifícios humanos.

No cimo de pirâmides, estendiam a vítima sobre uma pedra, de costas, atada pelos pés e pelas mãos, ficando assim com o peito muito teso.

Com enorme navalha, os feiticeiros abriam o peito da desventurada vítima e arrancavam-lhe o coração, o qual, ainda palpitando, era oferecido ao ídolo.

Somente na inauguração do templo principal de Tenochtitlan (hoje Cidade do México), foram massacrados 80.000 indígenas, cujos corpos eram servidos depois em refeições canibalescas.

Com a ação evangelizadora dos espanhóis, tais abominações foram sendo eliminadas.

Aparições ao índio Juan Diego

Em 1531, Nossa Senhora apareceu quatro vezes ao índio Juan Diego, pedindo-lhe que fosse construída uma igreja naquele local, hoje situado na capital mexicana.

O humilde e ardoroso devoto nativo transmitiu o pedido da Virgem Santíssima ao Bispo do México, mas este pediu um sinal que o confirmasse. Na quarta aparição, Nossa Senhora realizou um estupendo milagre, para que todos nela acreditassem.

Nossa Senhora ordenou a Juan Diego que subisse ao alto de um morro, e recolhesse as flores que ali encontrasse. Era pleno inverno, e o monte só produzia espinhos…

O vidente não hesitou. Correu para o local indicado e encontrou muitas rosas. Colheu-as e levou-as à Mãe de Deus, que as ajeitou bem no manto do índio, e mandou que as entregasse ao Bispo.

Juan Diego obedeceu incontinenti e, diante do Prelado, abriu seu manto, deixando cair as belas rosas. No lugar onde estiveram as flores, no manto do índio, ficou estampada uma imagem de Nossa Senhora, de 1,30 m de altura. A Virgem está coberta por um manto verde claro, tem os olhos voltados para baixo, as mãos postas, e pisa uma meia-lua (a qual, aliás, é símbolo do islamismo).

A ciência comprova o milagre…

O caráter milagroso da pintura de Nossa Senhora de Guadalupe foi comprovado pela ciência.

O cientista austríaco Richard Kuhn, Prêmio Nobel de Química de 1938, declarou que os pigmentos corantes da imagem não pertencem nem ao reino vegetal, nem ao animal, nem ao mineral. Logo, sua origem é sobrenatural e, portanto, milagrosa.

Um técnico submeteu a pintura ao processo de digitalização, que consiste em dividi-la por meio de computador, em microscópicos quadradinhos, de maneira a caberem 27.778 em cada milímetro quadrado. Cada um deles foi depois ampliado 2.000 vezes, dando então a possibilidade de serem vistos pormenores imperceptíveis a olho nu.

Nos olhos da Virgem… o índio Juan Diego!

Pôde-se então verificar, representada nos olhos da Virgem, a mesma cena que se passou em 1531, no palácio episcopal da Cidade do México: um índio no ato de desdobrar seu manto diante de um franciscano (Dom Zumárraga, primeiro Bispo do México, pertencia à Ordem de São Francisco de Assis), em cuja face se vê rolar uma lágrima; além dos dois, aparecem um jovem emocionado, com a mão segurando a barba, uma mulher com cabelos encaracolados, um índio com o dorso nu, em atitude orante, um homem, uma mulher e vários meninos de cabeça raspada; e, finalmente, outros religiosos franciscanos.

A que esmaga a serpente

É muito simbólico o significado do nome Guadalupe. Helen Behrens, uma das maiores especialistas no assunto, analisando textos originais dos índios, que datam da época das aparições, concluiu que a Mãe de Deus se apresentou com as palavras “Te Quatla Lupe“, que significa “Aquela que esmaga a serpente de pedra“.

A propósito disso, cabe lembrar a passagem da Sagrada Escritura em que Deus, dirigindo-se à serpente infernal, increpa: “Ela (Nossa Senhora) te esmagará a cabeça” (Gen. 3, 15).

Assim, nos primórdios da história do Novo Mundo cumpriu-se literalmente a profecia divina: Nossa Senhora de Guadalupe esmaga a serpente de pedra, o horrível ídolo diabólico sedento de sangue humano!

______________________
Fontes de referência:
– Gottfried Hierzenberger e Otto Nedomansky — Tutte le Apparizioni della Madonna in 2000 anni di Storia — Edizioni Piemme, Itália, 1996.
– Comissão inter-TFPs de Estudos Hispano-americanos — O V Centenário face ao Século XXI: Cristandade Autêntica ou Revolução comuno-tribalista, a grande alternativa de nossa época — Artpress, São Paulo, 1993.
– Estanislau do Carmo, Os milagres de Guadalupe, “Folha da Tarde” (São Paulo), 16-12-1974
– Estanislau do Carmo, Há 450 anos, aparecia no México N. Senhora de Guadalupe, “Folha da Tarde” (São Paulo), 14-12-1981.
Cadastre seu email para receber as atualizações deste blog

2 Respostas

  1. sou brasileira e sempre chamo por nossa senora de Guadalupe ,sinto grande emoção ao ve la pesso sempre que me abençoe.

  2. tenho uma grande identificaçao com nossa senhora de guadalupe,espero quando terminar minha faculdade e terminar minha casa com a graça de deus e dela,posso ir conheçer a igreja ai no mexico…ter fé é muito bom ….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: